BRASILÍRICA: Antologia comemora 40 anos da poesia de Nicolas Behr

“a última coisa / que eu quero fazer / em brasília é morrer”. São quatro décadas com um olhar poético e crítico sobre a capital do país. Nicolas Behr é tão atual que nem os jornais conseguem acompanhá-lo. E nem precisa. O mapa imaginário de uma cidade. A cada página de BRASILÍRICA – Poemas escolhidos…

Débora Gil Pantaleão: o grande outro

  o grande outro   se tuas carnes apodrecem comes ou crias outra por cima ai o outro esse monstro essa deusa que enxerga que a noite vem e dorme em minhas carnes   ★★★★★★★★   Leia os poemas da Débora, clique aqui ★★★ Quer ficar por dentro de tudo o que acontece no Livre Opinião…

Três poemas de Leticia Pierre

  Não dei colher de chá: Me deu chá de cadeira. Tomei chá de sumiço. ★★★ As minhas curvas mais bonitas são as vírgulas que fiz na vida. ★★★ Seu beijo me pegou, foi feitiço. Desde então procuro em outras bocas o antídoto. ★★★★★★ Clique aqui e leia mais poemas da Leticia Pierre ★★★★★★ Livre Opinião…