Aline Bei: vinte e quatro de dezembro

  achei uma tela no armário da lavanderia. minha mãe deve ter comprado naquela época que ela começou a se interessar por Pintura, depois desistiu. não é pra mim, ela me dizia chorosa. não é pra mim. a tela tinha amarelado nas bordas os dias passando sem pausa maltratam devagar todas as coisas que existem…

Entrevista com o escritor e diretor do Instituto UKA, Daniel Munduruku: “O que precisa ficar muito claro é que os indígenas estão neste pais para ficar”

  (Quase) Toda Sexta-Feira – Por Edmar Neves O Instituto UKA – Casa dos Saberes Ancestrais está promovendo uma campanha de financiamento coletivo para manter suas atividades. A instituição foi criada por profissionais indígenas e não-indígenas, é uma entidade sem fins lucrativos e tem como finalidade desenvolver e promover projetos culturais e educacionais, fortalecendo, dessa…

A nova edição do AuTORES EM CENA tem foco na literatura jovem e coloca no palco escritores que fazem sucesso nas redes sociais

Em sua nona edição, sempre com curadoria do escritor Marcelino Freire, o projeto pensado para que autores encenem suas próprias criações, dirigidos por profissionais do teatro, agora leva para a cena escritores que fazem sucesso na web, demonstrando a versatilidade e as várias frentes de divulgação de uma obra: Pedro Gabriel, Clarice Freire, Rodrigo Ciríaco e a…

50º aniversário de ‘Cem Anos de Solidão’: autores, professores e editores contam qual Macondo imaginam na leitura da obra

“Dentro de poucos anos, Macondo se tornou uma aldeia mais organizada e laboriosa que qualquer das conhecidas até então pelos seus 300 habitantes. Era na verdade uma aldeia feliz, onde ninguém tinha mais de trinta anos e onde ninguém ainda havia morrido”. Em 2017, a obra mais famosa do escritor e Prêmio Nobel colombiano Gabriel…

Débora Gil Pantaleão: anti-dicotômica

  anti-dicotômica alguns se acostumaram com a solidão crônica outros com as sacolas de compras ★★★★★★ Quer ficar por dentro de tudo o que acontece no Livre Opinião – Ideias em Debate? É só seguir os perfis oficiais no Twitter, Instagram, Facebook e Youtube. A cultura debatida com livre opinião