Sucesso de público e de crítica, Marcia Tiburi reúne reflexões sobre o estado psicopolítico e cultural em “Como conversar com um fascista”

O crescimento de posturas autoritárias e as diversas manifestações neofascistas observadas no Brasil nos últimos tempos não deixam dúvidas de que a empatia- a capacidade de se colocar no lugar do outro- ainda permanece como um dos grandes desafios da humanidade. Convicta de que a mais básica abertura para uma conversa é impossibilitada quando os…