DAMA DO LODO: ‘Seu Carlos e o Interfone’, por Marina Filizola

Oito da manhã Seu Carlos e seu interfone. Seu Carlos puro respeito setenta e tantos metro e meio e um palmo, cabeça de bexiga. Seu Carlos dentes só na frente porteiro a vida inteira. Cumprimenta cumprimentando não reclama da vida não liga pro trânsito não sabe dirigir coisa de motor nem nada que ronque, guiou foi…